Business Week 
Image
Business Week Image

Por que Linux é melhor


Liberdade!

O Linux e os programas "Open Source" são "livres". Isso significa que sua licença é uma "licença livre", e a mais comum é a GPL (Licença Pública Geral). Essa licença afirma que qualquer um tem a permissão de copiar o programa, ver seu código fonte (a "receita"), modificá-lo, e redistribuí-lo enquanto continuar licenciado com a GPL.

Então, de que me importa essa liberdade? Imagine que a Microsoft desapareça amanhã (tah bom, não é muito provável, mas quem sabe em 5 ou 10 anos?). Ou imagine que ela de repente triplique o preço de uma licença do Windows ou do Office. Se você é amarrado ao Windows, não há nada que possa fazer. Você (ou sua empresa) confia nessa única companhia, em seus programas, e provavelmente não pode fazer as coisas funcionarem sem ela (o que um computador tem de bom sem um sistema operacional?). Isso é um sério problema não é ? Você está dependendo de uma única empresa e acreditando nela de todo coração, para fazer seus computadores funcionarem do jeito que deveriam, algo muito importante hoje em dia. Se a Microsoft decide cobrar $1000 pela próxima versão do Windows, não há nada que possa fazer quanto a isso (a não ser que mude para o Linux, claro). Se o Windows tem um erro que te aborrece muito e a Microsoft não o corrija, não há nada que possa fazer (e informar a Microsoft sobre erros não é muito fácil, veja a seção de "Relatório de Erros").

Com os programas Open Source (código aberto), se um projeto em particular ou uma empresa de suporte "morre", todo o código permanece aberto à comunidade, e as pessoas podem continuar o melhorando. Se esse projeto é especialmente útil a você, você mesmo pode fazer. Se um erro em particular te aborrece, você pode enviá-lo, falar com os desenvolvedores, mas melhor ainda, você mesmo pode consertar (ou contratar alguém para isso), e enviar as modificações aos desenvolvedores, para o benefício de todos. Você está livre para fazer (quase) tudo que quiser com o programa.